WhatsApp

18-99675-4052

Vereadores derrubam por unanimidade mais um veto do prefeito Edmar Mazucato; é segundo em menos de 2 meses, - OCNEWS

Cidades

03/10/2017 às 15h58 - Atualizada em 03/10/2017 às 22h34

Vereadores derrubam por unanimidade mais um veto do prefeito Edmar Mazucato; é segundo em menos de 2 meses,

Edy Rocha
Osvaldo Cruz - SP
FONTE: Redação

Reproducao-site

E nem tudo foi festa durante a realização da 15º Sessão Ordinária da Câmara Municipal. Na noite de ontem, pela segunda vez em menos de 2 meses, os  vereadores rejeitaram mais um veto do prefeito Edmar Mazucato.



Desta vez por unanimidade os Edis derrubaram o veto do prefeito ao Projeto de Lei (PL) 51/2017, do vereador Roberto Amor Lhana, que indica que os remédios disponíveis na Rede Municipal de Saúde, bem como a sua quantidade, estejam disponíveis no site oficial da Prefeitura de Osvaldo Cruz.



De acordo com Mazucato,“Para esse atendimento necessitaríamos criar um serviço que demandaria recursos financeiros para a elaboração de um programa através de uma empresa especializada em software, bem como a sua onerosa manutenção, encarecendo sobremaneira as nossas contas públicas. Somando-se a isso, há a necessidade de disponibilizar funcionário com treinamento e conhecimento em medicamentos, para digitação e o controle diários da disponibilidade dos mesmos na farmácia municipal”, justificou o prefeito.



Já o autor do Projeto de Lei (PL) 51/2017, vereador Roberto Amor Lhana, achou um absurdo o veto do prefeito, uma vez que "Esse é um projeto muito bom, transparente e que na minha visão não onera os cofres públicos, uma vez que a prefeitura já possui um site e deve ter também uma pessoa especializada em seu quadro de funcionários", pontuou o vereador.



De acordo com Roberto Amor, o projeto funciona da seguinte maneira; "A pessoa na casa dela entra no site da prefeitura e vê se tem ou não o medicamento. Se não tiver ela nem precisa perder tempo de ir lá na farmácia do posto, isso aí se chama transparência", destacou Roberto.



Ainda segundo o vereador, "os vereadores me pediram pra fazer um novo projeto de lei para tirar a quantidade e por só os nomes dos remédios, mas de imediato ele foi aprovado, foi derrubado o veto do jeito que consta o projeto de lei 51/2017. Nas próximas sessões vamos estudar o jeito que é mais fácil, vamos conversar com técnico de informática e se for um Bicho de Sete Cabeças que não dá para por quantidade no site, agente faz um novo projeto só com os nomes dos remédios, mas eu quero deixar bem claro que esse projeto foi aprovado do jeito que eu fiz, com o nome dos medicamentos e a quantidade", finalizou o vereador Roberto Amor.



Agora com a rejeição do veto pela Câmara Municipal, o projeto será remetido ao executivo para que seja promulgado e publicado.



E a Câmara Municipal de Osvaldo Cruz decidiu também na noite de ontem segunda-feira, 2, por maioria de votos revogar a cessão dos prédios do Memorial e Centro Múltiplo Uso, na rua Fernando Costa, que havia sido feita pela Prefeitura ao poder Legislativo.



Com isso, os locais deverão ganhar nova função.



Foram contrários à revogação os vereadores Adenilson Aparecido Barbosa (o Exclusivo, PDT), Álvaro Bellini (PP) e Roberto Amor (PV).


ESTA MATÉRIA FOI VISTA 526 VEZES

Comentários

Veja também

    Publicidade

    Publicidade

OCNEWS
© Copyright 2017 | OCNEWS | Todos os Direitos Reservados | Hospedado por PAGE UP SOLUTIONS