WhatsApp

18-99675-4052

Henrique Dourado gera expectativa na direção e nos jogadores do Corinthians - OCNEWS

Esportes

09/01/2018 às 09h22 - Atualizada em 09/01/2018 às 09h22

Henrique Dourado gera expectativa na direção e nos jogadores do Corinthians

CLAUDINEI COUTO
Osvaldo Cruz - SP
FONTE: GLOBOESPORTE.COM

Henrique Dourado (à dir.) enfrenta o Resende em jogo-treino na segunda (Foto: Mailson de Santana/Divulgação)

Não é só na torcida do Corinthians que o atacante Henrique Dourado está gerando expectativa. Em Orlando, onde a delegação corintiana chegou na segunda-feira para o Torneio da Flórida, o artilheiro foi o assunto mais comentado entre jornalistas, nos bate-papos com a direção do clube e nas entrevistas coletivas dadas pelo lateral Fagner e pelo preparador físico Walmir Cruz.



O fato de o Fluminense, atual time do Ceifador, fazer parte do torneio aumenta a confiança. A delegação tricolor chega aos Estados Unidos nesta terça-feira e, coincidentemente, os presidentes Roberto de Andrade, do Corinthians, e Pedro Abad, do Fluminense, vão se encontrar no Universal Park para evento da organização da competição.



– Se eu vou sorrir para ele? Sorrir não adianta nada nesses casos – disse Roberto de Andrade na manhã de segunda-feira, no hotel onde o Corinthians está hospedado, ao ser questionado se será mais simpático do que habitualmente no encontro.



À tarde, no campo de treinamento, deu declarações mais confiantes em conversa com jornalistas, após ser avisado de que a notícia do interesse do Corinthians em Henrique Dourado tinha sido a mais lida do dia no GloboEsporte.com.



– Lógico, é artilheiro, sabe fazer gol – disse o presidente, que, poucas horas antes do anúncio da contratação de Júnior Dutra, no início de dezembro, tinha avisado que o Corinthians desistira do negócio no início de dezembro.



A preocupação natural de Roberto de Andrade é gerar expectativa demais e o negócio não ser concluído. Dinheiro para a contratação de Dourado, o Corinthians tem. O Fluminense sabe e precisa de dinheiro para pagar as dívidas com seus jogadores.



No Rio, até uma possível sondagem do rival Flamengo no atacante foi noticiada, o que facilita o entendimento por parte da torcida tricolor de que vender o artilheiro para o Corinthians é uma boa ideia.



Henrique Dourado não foi o primeiro nome procurado pelo Corinthians para substituir Jô. Vagner Love, atualmente no Alanyaspor, da Turquia, foi um dos cogitados, mas não voltará para o Brasil agora.



O argentino Calleri, do Las Palmas, da Espanha, foi sugerido à diretoria pelo técnico Fabio Carille, mas o pai dele afirmou que ele não joga em outro clube brasileiro que não seja o São Paulo. Alguns outros também foram citados ou oferecidos. Um deles foi Henrique Dourado.



Entre os jogadores e comissão técnica do Corinthians, também há expectativa. O preparador físico Walmir Cruz foi questionado sobre quando chega o "atacante principal", mas disse, claro, que essa resposta cabe à diretoria.



O lateral Fagner demonstrou mais curiosidade e informação a respeito.



– Henrique Dourado é um goleador nato, disputou artilharia do Brasileiro com Jô. A gente sabe como ele joga, ele deve saber como a gente joga... Espero que a diretoria saiba o que é melhor para o clube. Se vier, será bem-vindo porque já mostrou que é um grande jogador. Vamos adaptar nossa forma de jogar para ele, e ele vai se adaptar um pouco para jogar com a gente.


ESTA MATÉRIA FOI VISTA 82 VEZES

Comentários

Veja também

    Publicidade

    Publicidade

OCNEWS
© Copyright 2018 | OCNEWS | Todos os Direitos Reservados | Hospedado por PAGE UP SOLUTIONS