WhatsApp

(18) 99774 - 5662

A, B, C... O que pode fazer Tite mudar plano do Brasil para enfrentar México de Osorio - OCNEWS

Esportes

02/07/2018 às 09h28 - Atualizada em 02/07/2018 às 09h28

A, B, C... O que pode fazer Tite mudar plano do Brasil para enfrentar México de Osorio

CLAUDINEI COUTO
Osvaldo Cruz - SP
FONTE: GLOBOESPORTE.COM

Qual será a armadilha de Osorio para o Brasil nesta segunda-feira? O México vai atacar? Vai se fechar e apostar em contragolpes? O técnico é "esperto", como elogiaram os brasileiros ao longo da semana, mas Tite e os auxiliares da Seleção também se mostram preparados.



Não é novidade – é praxe, na verdade – preparar alternativas para as situações que podem se apresentar. Isso, porém, foi muito destacado por Thiago Silva em entrevista coletiva na véspera da partida.



Sylvinho, auxiliar que participou da coletiva, seguiu o zagueiro:



– Também usamos estratégias diferentes, talvez com mudanças menores do que o México dentro do jogo. Não sabemos o que projeta a seleção mexicana, tudo vai ser realmente definido dentro de campo. Mas, como o Thiago falou, temos até um plano B.



No último teste antes da Copa do Mundo, foi posto em prática um plano C para conter o lateral-esquerdo austríaco Alaba, que aparecia a todo instante no "um contra um" com Danilo. Na segunda tentativa, o brasileiro subiu ao ataque para marcá-lo na origem de jogo. Não deu certo. A mudança que solucionou o problema foi deslocar Casemiro, geralmente mais preso à esquerda, para cobrir o lado oposto.



Para esta segunda-feira, a comissão técnica brasileira acredita que o México começará o jogo com uma primeira linha de quatro, como na primeira fase, em que perdeu para a Suécia depois de derrotar Alemanha e Coreia do Sul. Mas não está descartada, entre a imprensa mexicana, a hipótese de uma linha de cinco defensores. Neste caso, o nome a mais poderia ser o do veterano Rafa Márquez, de 39 anos.



Independentemente do desenho tático, os 11 titulares de Tite não mudarão. O técnico confirmou sua equipe. Mas, como aconteceu no segundo tempo diante da Costa Rica, os pontas ganham ainda mais importância: em vez de tentar o jogo por dentro em alguns momentos, eles precisam se posicionar o mais perto possível da linha lateral para esticar a marcação e abrir espaços. Foi assim que (o hoje desfalque) Douglas Costa melhorou o time ao substituir Willian.



A entrada de mais um atacante (Firmino) no lugar de um volante (Paulinho), vindo de trás, foi outro plano de sucesso para aumentar a força ofensiva e superar o adversário.


ESTA MATÉRIA FOI VISTA 341 VEZES

Comentários

Veja também

    Publicidade

    Publicidade

OCNEWS
© Copyright 2018 | OCNEWS | Todos os Direitos Reservados | Hospedado por PAGE UP SOLUTIONS