WhatsApp

(18) 99774 - 5662

Em nota, Mazucato rebate Roberto Amor e racha com vereador do PV fica ainda mais evidente - OCNEWS

Política

04/01/2019 às 09h57 - Atualizada em 04/01/2019 às 10h12

Em nota, Mazucato rebate Roberto Amor e racha com vereador do PV fica ainda mais evidente

Pedro Afonso
Osvaldo Cruz - SP

OSVALDO CRUZ - Uma nota emitida pela assessoria de imprensa do prefeito Edmar Mazucato (PSDB), na tarde de ontem, 5, deixou ainda mais evidente que há um racha entre o chefe do executivo e o vereador Roberto Amor Lhana (PV).



Na nota emitida, Mazucato disse lamentar a postura do vereador que, segundo ele, teria dito inverdades com relação à liberação de uma verba de R$ 200 mil, que faz parte do montante de R$ 1 milhão do Governo do Estado, destinado para recape, e que no final do ano passado gerou polêmica quando Roberto Amor lamentou que o recurso tinha sido perdido. Mazucato, na época, rebateu e atacou o então governador Márcio França (PSB) dizendo que o mesmo não tinha palavra.



Porém, na última sexta-feira de 2018, Roberto Amor disse que do total de R$ 1 milhão, cerca de R$ 200 mil estavam na conta da Prefeitura. Roberto Amor lembrou ainda que além dele, outro vereador do PV, Fábio Bertassi, envidaram esforços para que o recurso não fosse perdido.



Mazucato se manifestou em nota e disse que o único parceiro político a se empenhar pelo recurso foi o presidente do diretório municipal do PSB, Cícero Tripoloni.



Confira a nota emitida pelo prefeito de Osvaldo Cruz:



Ao contrário do que disse o vereador Roberto Amor, não é verdade que este e nem seu colega de partido, Fábio Bertassi (Palhaço Parafina - PV) tenham efetuado qualquer solicitação ou trabalho político que seja para a conquista do convênio ou encaminhado ofício prévio antes da assinatura de documento correspondente junto ao Governo do Estado.



O prefeito Edmar Mazucato lamenta a postura do citado vereador, que veio a público inicialmente para lamentar  que Osvaldo Cruz havia perdido a verba e depois de tomar conhecimento que houve por parte da equipe da Prefeitura um excelente trabalho e que os recursos seriam liberados por força de convênio assinado e autorizo da obra, mudou de postura e veio a público reivindicar ser o responsável pela conquista e tirar proveito político do episódio.



Desta forma o prefeito Mazucato esclarece que o único parceiro político a trabalhar pela liberação do convênio foi o presidente do PSB (Partido Socialista Brasileiro), Cícero Tripolone, que chegou até mesmo a fazer gestões junto à Casa Civil do Governo Paulista para que os recursos chegassem a Osvaldo Cruz antes do final de 2018.


ESTA MATÉRIA FOI VISTA 270 VEZES

Comentários

Veja também

    Publicidade

    Publicidade

OCNEWS
© Copyright 2019 | OCNEWS | Todos os Direitos Reservados | Hospedado por PAGE UP SOLUTIONS