WhatsApp

(18) 99774 - 5662

Mazucato fala em trazer curso de Direito e quer que novos alunos fiquem em Osvaldo Cruz - OCNEWS

Geral

04/02/2019 às 10h40 - Atualizada em 04/02/2019 às 10h40

Mazucato fala em trazer curso de Direito e quer que novos alunos fiquem em Osvaldo Cruz

Pedro Afonso
Osvaldo Cruz - SP
FONTE: Colaborou: Jornal Cidade Aberta

OSVALDO CRUZ - O prefeito de Osvaldo Cruz, Edmar Mazucato, se manifestou nesta semana, pela primeira vez, sobre a polêmica envolvendo a questão do transporte universitário.



Nos últimos dias, o assunto virou tema central de discussão pelo fato de que a Prefeitura passou a cumprir o que previa o Parágrafo 4º da Lei 2668/09, que não dá direito ao transporte gratuito alunos que estudam foram e frequentam cursos oferecidos no município.



Por conta disso, muitos alunos não conseguiram, neste início de ano, retirar a carteirinha do transporte para o início das aulas.



De um lado, a Câmara aprovou na semana passada, em caráter extraordinário, apresentar uma alteração na lei original e, para ter direito ao transporte gratuito, alunos que frequentam cursos oferecidos em Osvaldo Cruz, deverão: estudar em faculdades Estadual ou Federal, e, no caso de instituições particulares, comprovar que está enquadrado em um programa de bolsa, ou desconto, ou ainda comprovar que a mensalidade paga é menor do que o preço praticado em Osvaldo Cruz.



Do outro lado da história, está Mazucato. Em entrevista ao Jornal Cidade Aberta, usa o discurso de valorizar as instituições locais, mas garantiu que “não vai meter os pés pelas mãos”.



“Quando você abre um leque você tem que atender todo mundo, você tem um custo operacional dentro do município e o que eu penso como gestor é valorizar as instituições de ensino da cidade, pois só assim a gente vai fortalecer”, disse Mazucato.



Durante a entrevista, Mazucato confirmou que há um trabalho sendo feito para trazer, para Osvaldo Cruz, um curso de direito.



“Nós temos um trabalho bonito sendo feito para trazer o curso de Direito para Osvaldo Cruz, mas como é que a gente vai trazer um curso de Direito e vai continuar transportando aluno de Direito para outra cidade? Lógico que, quem já está no curso tudo bem, mas os novos têm que fazer aqui. Acho que se uma pessoa conseguir uma bolsa de estudo de graça é situação, agora diminuição de valor da mensalidade é fácil para uma faculdade de Adamantina, Prudente ou Tupã baixar R$ 50, por exemplo, um curso de R$ 500 eles baixam para R$ 400. Aí eu vou ter que transportar esse aluno pra lá? Então, é muita coisa para se pensar”, ressaltou Mazucato.


ESTA MATÉRIA FOI VISTA 253 VEZES

Comentários

Veja também

    Publicidade

    Publicidade

OCNEWS
© Copyright 2019 | OCNEWS | Todos os Direitos Reservados | Hospedado por PAGE UP SOLUTIONS