Ocnews - Sua fonte de notícias na cidade de Osvaldo Cruz

Ramiro conta como o Corinthians se adaptou ao novo esquema e valoriza a manutenção do tabu

Meio-campista deu entrevista exclusiva para o ge na tarde desta segunda, um dia após o clássico

Foi um domingo de novidades para os jogadores do Corinthians. Primeiro, pelo horário do clássico contra o São Paulo, às 22h15. Depois de treinar no CT no sábado de manhã, foram longas horas de preparação mental e física para o jogo da noite seguinte, que acabou com um empate do por 2 a 2.

– Foram dois dias em que as horas não passaram, ficamos no CT ansiosos pelo jogo num horário atípico, diferente do que estamos acostumados, mas temos tido muitas coisas atípicas neste último ano. Estamos convivendo com bastante coisa inédita e essa foi mais uma delas – disse Ramiro em participação no podcast "GE Corinthians", nesta segunda-feira.

Mas o que pegou o torcedor de surpresa mesmo foi a formação do Timão com três zagueiros, em estratégia do técnico Vagner Mancini para espelhar a equipe do São Paulo. Um esquema que Ramiro e outros jogadores jamais haviam utilizado no Corinthians.

– Acho que desde a base eu não jogava assim... Não, minto, em 2013 eu cheguei a jogar no Grêmio com três zagueiros, mas fazia quase oito anos que eu não jogava, foi uma experiência nova. A gente treinou na véspera, o Mancini adotou a estratégia, e a gente trabalhou no campo a forma que iria enfrentar o adversário, para espelhar o sistema e trazer dificuldade para eles. Acredito que outros jogadores já tinham trabalhado nesse sistema alguma vez na carreira, mas juntos foi uma experiência nova, que demandou muita concentração – disse o jogador.

– Na véspera ele montou a equipe titular, juntamente com quem ia ficar fora, simulando o posicionamento do São Paulo. E aí a gente se prepara, não tem muito tempo para treinar, é mais na conversa, no treino rápido no campo e na concentração de cada um de colocar em prática aquilo que foi pedido pela comissão – detalhou.

O Timão não começou bem no jogo, saiu perdendo, mas conseguiu a virada. O empate do São Paulo veio nos acréscimos, com um pênalti convertido por Luciano.

O 2 a 2 ao menos, aumentou o tabu do arquirrival em Itaquera. Agora, são 14 jogos de invencibilidade, com dez vitórias e quatro empates.

– A gente teve essa situação lá na Vila Belmiro, contra o Santos, que fazia muito tempo que o Corinthians não ganhava lá. A gente sabe que o tabu e a quebra do tabu ficam na história, são coisas importantes, que depois são comentados e relatados. Tivemos a oportunidade de ir à Vila e ganhar (por 2 a 0), então para quem está no grupo é importante, dá moral. Jogar em casa e ter que defender uma invencibilidade de 13 jogos é uma certa responsabilidade, mas uma responsabilidade boa, positiva, quem veste a camisa do Corinthians tem que se impor em casa e vencer sempre. Esse tabu serve de motivação para que a gente siga vencendo e tendo resultados positivos.

Fonte

Globoesporte.com
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Veja também

Escalação do Palmeiras: com Lucas Lima, Verdão abre preparação para última rodada do Paulista
03Mai

Escalação do Palmeiras: com Lucas Lima, Verdão abre preparação para última rodada do Paulista

Meia do Verdão não entra em campo desde o dia 14 de março

Lesões na coxa tiram Daniel Alves, Luciano e Eder do São Paulo às vésperas de maratona
03Mai

Lesões na coxa tiram Daniel Alves, Luciano e Eder do São Paulo às vésperas de maratona

Atletas desfalcam equipe antes de mata-mata do Paulistão; clube não divulga prazo para volta

Cauê vive semana inédita e marca primeiro gol internacional pelo Corinthians:
03Mai

Cauê vive semana inédita e marca primeiro gol internacional pelo Corinthians: "Tudo ainda é novo"

Centroavante comemora realização de sonhos ao ganhar vaga de titular no Timão

Luciano e Daniel Alves vão ser reavaliados no São Paulo nesta sexta
03Mai

Luciano e Daniel Alves vão ser reavaliados no São Paulo nesta sexta

Atacante sentiu problema muscular, enquanto o ala teve um trauma na perna diante do Racing

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )