Ocnews - Sua fonte de notícias na cidade de Osvaldo Cruz

Paciente espera há quase um mês com bebê morto dentro do corpo em Osvaldo Cruz

Diretora Clínica da Santa Casa diz que protocolo é aguardar reação natural do corpo da paciente

OUVIR NOTÍCIA

Familiares de Simone Cristina de Almeida Alves denunciaram hoje (2) ao Portal Ocnet que a mulher perdeu um bebê com pouco mais de dois meses de gestação e há quase um mês aguarda possibilidade de fazer a retirada da criança. 

Sua irmã, Luciana de Almeida Alves, declarou em entrevista que a paciente perdeu o bebê após Simone ter presenciado o atropelamento de sua neta. Desde então ela tem procurado a Santa Casa, mas a recomendação é que a paciente aguarde que o próprio corpo faça a expulsão do feto.

"Ela sentiu dores, após uns dias do atropelamento. Imediatamente ela procurou atendimento na Santa Casa e na rede de Saúde, foi solicitado um ultrassom, minha irmã pagou o exame e foi diagnosticado que o nenê estava morto. Há quase quatro semanas minha irmã está com dor, o marido não consegue trabalhar, ela passou várias vezes na Santa Casa e mandam de volta para casa, que não tem o que fazer, que o útero vai expulsar o bebê", disse a irmã.

Resposta da Santa Casa
 

Em resposta, a Diretora Clínica da Santa Casa, Natália Gasparoto, afirmou que nos casos de aborto no início da gestação realmente a conduta é aguardar o útero expulsar, desde que não haja hemorragia e que até com pequeno sangramento é melhor aguardar por se tratar de um método natural.

Caso o abortamento não aconteça naturalmente em até 30 dias o protocolo é realizar a curetagem.

A médica citou caso pessoal em que ela mesma teve três abortos e em todos a diretora clínica esperou o próprio organismo expulsar o feto.

A diretora destaca que a curetagem tem riscos e o pior deles é a perfuração do útero.

A especialista afirma que já entrou em contato com o obstetra de plantão e que este médico vai recebê-la na Santa Casa.

A recomendação é que a paciente se dirija até o pronto socorro para o atendimento.

Fonte

OCNET
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Paciente espera há quase um mês com bebê morto dentro do corpo em Osvaldo Cruz

OCNET

Familiares de Simone Cristina de Almeida Alves denunciaram hoje (2) ao Portal Ocnet que a mulher perdeu um bebê com pouco mais de dois meses de gestação e há quase um mês aguarda possibilidade de fazer a retirada da criança. 

Sua irmã, Luciana de Almeida Alves, declarou em entrevista que a paciente perdeu o bebê após Simone ter presenciado o atropelamento de sua neta. Desde então ela tem procurado a Santa Casa, mas a recomendação é que a paciente aguarde que o próprio corpo faça a expulsão do feto.

"Ela sentiu dores, após uns dias do atropelamento. Imediatamente ela procurou atendimento na Santa Casa e na rede de Saúde, foi solicitado um ultrassom, minha irmã pagou o exame e foi diagnosticado que o nenê estava morto. Há quase quatro semanas minha irmã está com dor, o marido não consegue trabalhar, ela passou várias vezes na Santa Casa e mandam de volta para casa, que não tem o que fazer, que o útero vai expulsar o bebê", disse a irmã.

Resposta da Santa Casa
 

Em resposta, a Diretora Clínica da Santa Casa, Natália Gasparoto, afirmou que nos casos de aborto no início da gestação realmente a conduta é aguardar o útero expulsar, desde que não haja hemorragia e que até com pequeno sangramento é melhor aguardar por se tratar de um método natural.

Caso o abortamento não aconteça naturalmente em até 30 dias o protocolo é realizar a curetagem.

A médica citou caso pessoal em que ela mesma teve três abortos e em todos a diretora clínica esperou o próprio organismo expulsar o feto.

A diretora destaca que a curetagem tem riscos e o pior deles é a perfuração do útero.

A especialista afirma que já entrou em contato com o obstetra de plantão e que este médico vai recebê-la na Santa Casa.

A recomendação é que a paciente se dirija até o pronto socorro para o atendimento.

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )