Ocnews - Sua fonte de notícias na cidade de Osvaldo Cruz

Como identificar sintomas de problemas com seu coração

DICAS

Segundo os Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, cerca de 610 mil americanos morrem de problemas cardíacos todos os anos. Tanto homens quanto mulheres sofrem com doenças do coração por razões que estão ligadas aos hábitos de vida. Contudo, há vários sintomas e avisos que apontam a existência de problemas cardíacos sobre os quais devemos nos manter alertas.

Confira 8 sinais de advertência ligados a doenças cardíacas muito comuns e nas quais você deve prestar atenção caso eles apareçam.

1. Dor que se estende pelo braço
Muitos homens sentem dor no braço esquerdo, enquanto as mulheres sentem a mesma dor em um ou em ambos os braços. Algumas mulheres também relatam dores incomuns no cotovelo antes de um ataque cardíaco. Isso acontece porque a dor no coração viaja para a medula espinhal, onde muitos nervos do corpo se conectam. Com isso, o cérebro fica confuso e você pensa que o braço tem uma dor comum, quando não é isso que ocorre.

2. Tosse incessante e frequente
A tosse pode ter várias causas, mas também pode ser sinal de uma doença cardiovascular. Se for persistente e produzir um líquido rosado com a presença de sangue, pode ser sintoma de insuficiência cardíaca. Fique atento, ainda, a um sinal mais grave: dispneia e falta repentina de ar.

3. Pernas, tornozelos e pés inchados
Quando o coração não bombeia bem, o líquido dos vasos sanguíneos é filtrado nos tecidos circundantes, e pernas e pés são as regiões mais afetadas por conta da gravidade. Isso é chamado de edema periférico, e muita gente que tem esse problema não sofre de doenças cardíacas. Ainda assim, é algo muito comum entre pacientes com doenças cardíacas, e merece toda nossa atenção.

4. Falta de apetite e sensação de náuseas
Muitos pacientes que sofrem de doenças cardíacas demonstram falta de apetite e náuseas, ainda que tenham comido bem pouco. Isso acontece por conta do acúmulo de líquidos em volta do fígado e dos intestinos, que interfere na digestão adequada.
Esses sintomas geralmente são seguidos por dor abdominal. Se estiver com todos esses problemas ao mesmo tempo, procure um médico imediatamente.

5. Níveis extremos de ansiedade
Vários estudos demonstraram que pessoas que sofrem de ansiedade extrema desde muito cedo são propensas a sofrer de doenças cardíacas. A ansiedade pode ser causada por um estilo de vida muito estressante ou por vários distúrbios, como síndrome do pânico e ansiedade fóbica.
Alguns dos efeitos da ansiedade no coração são taquicardia, aumento da pressão arterial e diminuição da frequência cardíaca.

6. Perda de consciência ou desmaio
Sentir tontura e perder a consciência é algo muito comum entre pacientes cardíacos. Quando o coração não bombeia bem o sangue, é porque o fluxo sanguíneo está bloqueado por uma artéria obstruída ou pelo estreitamento de uma válvula. Se você sentir falta de ar e desmaiar por um curto período de tempo, chame um médico imediatamente e verifique a condição do seu coração.

7. A pele fica mais pálida ou adquire uma cor azulada
Esse não é um dos sintomas mais comuns, mas a redução do fluxo sanguíneo e a diminuição no número de glóbulos vermelhos podem ser um sinal de que o coração não está bombeando o sangue como deveria. A palidez pode aparecer em todo o corpo ou em uma determinada área, por exemplo, em um dos membros. No entanto, caso note palidez sem motivo aparente, não entre em pânico. Verifique se está sofrendo um choque ou sobressalto, ou ainda se há outro problema, como anemia.

8. Erupções na pele ou manchas incomuns
Dois projetos de pesquisa realizados separadamente pelo Jornal de alergias e imunologia clínica, e pelo Jornal do Colégio americano de cardiologia mostraram que eczema e herpes são fatores de alto risco de doença cardíaca. Verificou-se que aqueles que tinham eczema possuíam 48% de possibilidades de sofrer de hipertensão arterial, e 29% de possibilidade de ter colesterol alto. Além disso, os que tinham herpes zoster apresentavam 59% a mais de chances de sofrer um ataque cardíaco em comparação com as pessoas livres dessa doença.

Bônus: Lembre-se que a prevenção é a chave para resolver qualquer problema no futuro. Um estilo de vida saudável, com exercícios físicos regulares e moderação no consumo de álcool, em geral é uma pratica que garante um baixo risco de problemas cardíacos.

Esses sintomas não aparecem necessariamente em todos os pacientes com doenças cardíacas, mas são alguns dos sinais de alerta mais comuns do problema

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Como identificar sintomas de problemas com seu coração

Segundo os Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, cerca de 610 mil americanos morrem de problemas cardíacos todos os anos. Tanto homens quanto mulheres sofrem com doenças do coração por razões que estão ligadas aos hábitos de vida. Contudo, há vários sintomas e avisos que apontam a existência de problemas cardíacos sobre os quais devemos nos manter alertas.

Confira 8 sinais de advertência ligados a doenças cardíacas muito comuns e nas quais você deve prestar atenção caso eles apareçam.

1. Dor que se estende pelo braço
Muitos homens sentem dor no braço esquerdo, enquanto as mulheres sentem a mesma dor em um ou em ambos os braços. Algumas mulheres também relatam dores incomuns no cotovelo antes de um ataque cardíaco. Isso acontece porque a dor no coração viaja para a medula espinhal, onde muitos nervos do corpo se conectam. Com isso, o cérebro fica confuso e você pensa que o braço tem uma dor comum, quando não é isso que ocorre.

2. Tosse incessante e frequente
A tosse pode ter várias causas, mas também pode ser sinal de uma doença cardiovascular. Se for persistente e produzir um líquido rosado com a presença de sangue, pode ser sintoma de insuficiência cardíaca. Fique atento, ainda, a um sinal mais grave: dispneia e falta repentina de ar.

3. Pernas, tornozelos e pés inchados
Quando o coração não bombeia bem, o líquido dos vasos sanguíneos é filtrado nos tecidos circundantes, e pernas e pés são as regiões mais afetadas por conta da gravidade. Isso é chamado de edema periférico, e muita gente que tem esse problema não sofre de doenças cardíacas. Ainda assim, é algo muito comum entre pacientes com doenças cardíacas, e merece toda nossa atenção.

4. Falta de apetite e sensação de náuseas
Muitos pacientes que sofrem de doenças cardíacas demonstram falta de apetite e náuseas, ainda que tenham comido bem pouco. Isso acontece por conta do acúmulo de líquidos em volta do fígado e dos intestinos, que interfere na digestão adequada.
Esses sintomas geralmente são seguidos por dor abdominal. Se estiver com todos esses problemas ao mesmo tempo, procure um médico imediatamente.

5. Níveis extremos de ansiedade
Vários estudos demonstraram que pessoas que sofrem de ansiedade extrema desde muito cedo são propensas a sofrer de doenças cardíacas. A ansiedade pode ser causada por um estilo de vida muito estressante ou por vários distúrbios, como síndrome do pânico e ansiedade fóbica.
Alguns dos efeitos da ansiedade no coração são taquicardia, aumento da pressão arterial e diminuição da frequência cardíaca.

6. Perda de consciência ou desmaio
Sentir tontura e perder a consciência é algo muito comum entre pacientes cardíacos. Quando o coração não bombeia bem o sangue, é porque o fluxo sanguíneo está bloqueado por uma artéria obstruída ou pelo estreitamento de uma válvula. Se você sentir falta de ar e desmaiar por um curto período de tempo, chame um médico imediatamente e verifique a condição do seu coração.

7. A pele fica mais pálida ou adquire uma cor azulada
Esse não é um dos sintomas mais comuns, mas a redução do fluxo sanguíneo e a diminuição no número de glóbulos vermelhos podem ser um sinal de que o coração não está bombeando o sangue como deveria. A palidez pode aparecer em todo o corpo ou em uma determinada área, por exemplo, em um dos membros. No entanto, caso note palidez sem motivo aparente, não entre em pânico. Verifique se está sofrendo um choque ou sobressalto, ou ainda se há outro problema, como anemia.

8. Erupções na pele ou manchas incomuns
Dois projetos de pesquisa realizados separadamente pelo Jornal de alergias e imunologia clínica, e pelo Jornal do Colégio americano de cardiologia mostraram que eczema e herpes são fatores de alto risco de doença cardíaca. Verificou-se que aqueles que tinham eczema possuíam 48% de possibilidades de sofrer de hipertensão arterial, e 29% de possibilidade de ter colesterol alto. Além disso, os que tinham herpes zoster apresentavam 59% a mais de chances de sofrer um ataque cardíaco em comparação com as pessoas livres dessa doença.

Bônus: Lembre-se que a prevenção é a chave para resolver qualquer problema no futuro. Um estilo de vida saudável, com exercícios físicos regulares e moderação no consumo de álcool, em geral é uma pratica que garante um baixo risco de problemas cardíacos.

Esses sintomas não aparecem necessariamente em todos os pacientes com doenças cardíacas, mas são alguns dos sinais de alerta mais comuns do problema

Veja também

sample52
Redação Ocnews
Redação Ocnews

Coronavírus revela arrogância de jovens e desprezo pela velhice

sample52
Redação Ocnews
Redação Ocnews

Coronavírus: saiba como se proteger o que evitar e os grupos de risco

sample52
Redação Ocnews
Redação Ocnews

Quais as diferenças entre gripe e a doença causada pelo coronavírus

sample52
Jane Gomes
Jane Gomes

Usos do vinagre que você provavelmente não conhecia

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )