Ocnews - Sua fonte de notícias na cidade de Osvaldo Cruz

Confira 6 exercícios de respiração para crianças que ajudarão a ativar o cérebro e a melhorar a concentração

Portanto, os exercícios de respiração apresentam muitos benefícios para crianças e adultos

É consenso entre os especialistas em educação que o bom desempenho escolar de uma criança não está associado a um único fator. O aprendizado depende de aspectos como um bom ambiente na sala de aula, o interesse e a dedicação do professor e o envolvimento dos pais. Também entram nessa receita um bom relacionamento da criança com os colegas e até mesmo a limpeza e organização da sala de aula e do ambiente de estudo.


Por que os exercícios de respiração são bons para as crianças

Exercícios respiratórios em crianças são extremamente úteis. Entre seus benefícios, podemos encontrar os seguintes:

  • melhor controle das emoções
  • maior concentração
  • maior relaxamento
  • redução da ansiedade e do estresse.


Daniel Goleman, um psicólogo reconhecido por suas contribuições à inteligência emocional em crianças e que já foi professor da renomada Universidade de Harvard e editor do periódico Psychology Todaycontou sobre sua experiência em uma escola do Harlem, uma área pobre de Nova York. Lá, as crianças têm uma infância muito complicada devido aos altos índices de violência. “Achei que as classes seriam caóticas, mas estava errado. Elas eram muito calmas e focadas”, disse o mestre.
Exercício 1: “amiguinhos de pelúcia”

Goleman perguntou à professora da turma de crianças de sete anos como ela conseguia tal nível de concentração em um grupo que, por natureza, tende a ser extremamente inquieto. A resposta foi o método dos “amiguinhos de pelúcia” que a professora implementou com seus alunos.

Em que consiste o método:

  • Os pequenos pegam seu bichinho de pelúcia favorito.
  • Deitam-se e colocam o brinquedo sobre o estômago.
  • Inspiram todo o ar que puderem em três segundos e depois o soltam.
  • Dessa forma, veem seu bichinho favorito subir e descer ao ritmo de sua inspiração e expiração.

Duração: 5 minutos aproximadamente
Exercício 2: “a serpente”

Esse exercício vem do pranayama, uma das práticas centrais da ioga. Consiste em trabalhar a respiração. Mas, traduzindo para uma linguagem infantil, poderíamos simplesmente lhes perguntar por quanto tempo conseguem imitar uma cobra.

Em que consiste:

  • A criança deve sentar-se em uma cadeira com as costas retas e as mãos na barriga.
  • Despois, tem de inspirar pelo nariz durante aproximadamente quatro segundos para soltar o ar emitindo um som de cobra: “shhhhhhh”.
  • Você pode pedir para mover a língua como uma serpente para tornar o exercício mais divertido.

Duração: 3 minutos aproximadamente
Exercício 3: “o elefante”

Provavelmente seja o exercício respiratório favorito das crianças. O que faremos é imitar a tromba de um elefante enquanto fazemos o exercício de respiração.

Em que consiste:

  • A criança deve ficar em pé e com as pernas abertas um pouco além da largura do quadril.
  • Deve juntar os braços, pois eles simularão a tromba do elefante.
  • Ao inspirar, o pequeno vai levantando os braços juntos acima da cabeça, o mais alto possível.
  • Ao expirar, desce os braços lentamente enquanto vai soltando todo o ar, simulando uma tromba de elefante.
  • Podemos imitar o som do animal para deixar o exercício mais divertido.

Duração: 3 minutos aproximadamente
Exercício 4: “o gatinho”

Outro exercício fortemente ligado à ioga. A posição é parecida com a de um gato.

Em que consiste:

  • A criança deve colocar-se em quatro apoios, como um gatinho.
  • Deve inspirar pelo nariz dando ênfase em como o abdômen vai inflando enquanto a coluna vertebral vai descendo um pouco.
  • Depois, tem de expirar pela boca enquanto as costas se elevam, de forma parecida com a de um gato arrepiando.

Duração: 5 minutos aproximadamente
Exercício 5: “a maior bexiga”

Nos últimos exercícios, tentaremos algo diferente. Faremos com que os pequenos demorem mais soltando o ar para que percebam que a respiração tem que ver com a resistência dos pulmões e não apenas com expelir o ar.

Em que consiste:

  • Vamos imaginar que estamos enchendo uma bexiga muito colorida, mas ela será a maior do mundo, então a criança precisa inspirar e expirar mais fundo do que nos exercícios anteriores.
  • Lembrar que em todos os exercícios é preciso inspirar pelo nariz, e não pela boca.
  • Então, pedir à criança para colocar os dedos indicador e polegar na boca como se segurasse o bico da bexiga.
  • Com a outra mão, ela deve segurar a parte da bexiga imaginária que irá inflar cada vez mais.

Duração: aproximadamente um minuto
Exercício 6: “o dente-de-leão”

Além de ser um exercício respiratório em si, também ajudará os pequenos a entender que, na respiração, nem sempre é melhor liberar todo o ar de uma só vez. Em vez disso, pode ser mais útil controlar a expiração, soltando o ar lentamente e segurando um pouco mais o oxigênio nos pulmões.

Em que consiste:

  • Procurar várias flores de dente-de-leão brancas.
  • Pedir à criança que inspire o mais fundo possível e depois solte o ar tentando fazer voar todas as sementes ou “penugens” da flor, com apenas uma respiração.

Duração: fazer as tentativas que considerar necessárias

 

CLIQUE E CONFIRA AS FOTOS ILUSTRATIVAS: https://www.facebook.com/pg/ocnewsoc/photos/?tab=album&album_id=2410298995752663

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Confira 6 exercícios de respiração para crianças que ajudarão a ativar o cérebro e a...

É consenso entre os especialistas em educação que o bom desempenho escolar de uma criança não está associado a um único fator. O aprendizado depende de aspectos como um bom ambiente na sala de aula, o interesse e a dedicação do professor e o envolvimento dos pais. Também entram nessa receita um bom relacionamento da criança com os colegas e até mesmo a limpeza e organização da sala de aula e do ambiente de estudo.


Por que os exercícios de respiração são bons para as crianças

Exercícios respiratórios em crianças são extremamente úteis. Entre seus benefícios, podemos encontrar os seguintes:

  • melhor controle das emoções
  • maior concentração
  • maior relaxamento
  • redução da ansiedade e do estresse.


Daniel Goleman, um psicólogo reconhecido por suas contribuições à inteligência emocional em crianças e que já foi professor da renomada Universidade de Harvard e editor do periódico Psychology Todaycontou sobre sua experiência em uma escola do Harlem, uma área pobre de Nova York. Lá, as crianças têm uma infância muito complicada devido aos altos índices de violência. “Achei que as classes seriam caóticas, mas estava errado. Elas eram muito calmas e focadas”, disse o mestre.
Exercício 1: “amiguinhos de pelúcia”

Goleman perguntou à professora da turma de crianças de sete anos como ela conseguia tal nível de concentração em um grupo que, por natureza, tende a ser extremamente inquieto. A resposta foi o método dos “amiguinhos de pelúcia” que a professora implementou com seus alunos.

Em que consiste o método:

  • Os pequenos pegam seu bichinho de pelúcia favorito.
  • Deitam-se e colocam o brinquedo sobre o estômago.
  • Inspiram todo o ar que puderem em três segundos e depois o soltam.
  • Dessa forma, veem seu bichinho favorito subir e descer ao ritmo de sua inspiração e expiração.

Duração: 5 minutos aproximadamente
Exercício 2: “a serpente”

Esse exercício vem do pranayama, uma das práticas centrais da ioga. Consiste em trabalhar a respiração. Mas, traduzindo para uma linguagem infantil, poderíamos simplesmente lhes perguntar por quanto tempo conseguem imitar uma cobra.

Em que consiste:

  • A criança deve sentar-se em uma cadeira com as costas retas e as mãos na barriga.
  • Despois, tem de inspirar pelo nariz durante aproximadamente quatro segundos para soltar o ar emitindo um som de cobra: “shhhhhhh”.
  • Você pode pedir para mover a língua como uma serpente para tornar o exercício mais divertido.

Duração: 3 minutos aproximadamente
Exercício 3: “o elefante”

Provavelmente seja o exercício respiratório favorito das crianças. O que faremos é imitar a tromba de um elefante enquanto fazemos o exercício de respiração.

Em que consiste:

  • A criança deve ficar em pé e com as pernas abertas um pouco além da largura do quadril.
  • Deve juntar os braços, pois eles simularão a tromba do elefante.
  • Ao inspirar, o pequeno vai levantando os braços juntos acima da cabeça, o mais alto possível.
  • Ao expirar, desce os braços lentamente enquanto vai soltando todo o ar, simulando uma tromba de elefante.
  • Podemos imitar o som do animal para deixar o exercício mais divertido.

Duração: 3 minutos aproximadamente
Exercício 4: “o gatinho”

Outro exercício fortemente ligado à ioga. A posição é parecida com a de um gato.

Em que consiste:

  • A criança deve colocar-se em quatro apoios, como um gatinho.
  • Deve inspirar pelo nariz dando ênfase em como o abdômen vai inflando enquanto a coluna vertebral vai descendo um pouco.
  • Depois, tem de expirar pela boca enquanto as costas se elevam, de forma parecida com a de um gato arrepiando.

Duração: 5 minutos aproximadamente
Exercício 5: “a maior bexiga”

Nos últimos exercícios, tentaremos algo diferente. Faremos com que os pequenos demorem mais soltando o ar para que percebam que a respiração tem que ver com a resistência dos pulmões e não apenas com expelir o ar.

Em que consiste:

  • Vamos imaginar que estamos enchendo uma bexiga muito colorida, mas ela será a maior do mundo, então a criança precisa inspirar e expirar mais fundo do que nos exercícios anteriores.
  • Lembrar que em todos os exercícios é preciso inspirar pelo nariz, e não pela boca.
  • Então, pedir à criança para colocar os dedos indicador e polegar na boca como se segurasse o bico da bexiga.
  • Com a outra mão, ela deve segurar a parte da bexiga imaginária que irá inflar cada vez mais.

Duração: aproximadamente um minuto
Exercício 6: “o dente-de-leão”

Além de ser um exercício respiratório em si, também ajudará os pequenos a entender que, na respiração, nem sempre é melhor liberar todo o ar de uma só vez. Em vez disso, pode ser mais útil controlar a expiração, soltando o ar lentamente e segurando um pouco mais o oxigênio nos pulmões.

Em que consiste:

  • Procurar várias flores de dente-de-leão brancas.
  • Pedir à criança que inspire o mais fundo possível e depois solte o ar tentando fazer voar todas as sementes ou “penugens” da flor, com apenas uma respiração.

Duração: fazer as tentativas que considerar necessárias

 

CLIQUE E CONFIRA AS FOTOS ILUSTRATIVAS: https://www.facebook.com/pg/ocnewsoc/photos/?tab=album&album_id=2410298995752663

Veja também

sample52
Edy Rocha
Edy Rocha

Cura de brasileiro cria nova esperança contra o câncer terminal

sample52
Redação Ocnews
Redação Ocnews

Ter cachorro reduz risco de morte em 24%, indica estudo

sample52
Redação Ocnews
Redação Ocnews

Homem perdeu filho de 3 anos e escreveu 10 regras que todos os pais devem seguir

sample52
Jane Gomes
Jane Gomes

Confira 15 maneiras geniais de reutilizar garrafas plásticas que irão salvar o planeta e o seu dia

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )